Celebrar a vida na simplicidade das coisas.

O mundo anda cada vez mais depressa. Nossa vida passa num piscar de olhos e nem nos perguntamos o porquê disso tudo. Vivemos a vida sonhando sonhos que não são nossos em troca da esperança de um dia podermos sonhar. Se vendo submerso no caos urbanos, Pedro Viana decidiu tomar uma decisão: largar tudo e celebrar a vida desbravando o mundo e descobrindo o brilho que mora na simplicidade das coisas. Assim nasceu a Bike Myself: em outras palavras, um redescobrimento de seu próprio Eu, a partir do encontro com o mundo.

Em 2014 fez sua primeira trip pela Europa, indo de Barcelona à Roma em 40 dias a bordo da sua bike fixa. Na bagagem, nada de luxo. Seu propósito é mostrar (e demonstrar) que podemos viver mais com menos. Ver a beleza no que é simples, mas não simplório. No caminho para Roma, por exemplo, se deparou com dificuldades, sim, não foi fácil, mas a recompensa valeu qualquer esforço. Pedro fez valer cada gota de suor ao se deparar com lugares surreais e que em nenhuma outra parte do mundo teria a possibilidade de ver.

A beleza paladar uma bike fixa começa nos seus traços simples e secos. Domar uma bicicleta assim é diferente. O controle é totalmente ligado ao corpo, como se fossem uma só carne durante o percurso, ele conta. “Liberdade é o que sinto quando monto na minha fixa, e é essa adrenalina que me dá forças para continuar minha missão”, Pedro explica. Sua próxima parada é o Japão, e de lá pretende trazer a simplicidade da amizade e daqui pretende levar a simplicidade do sorriso brasileiro.

Nós da Mútua Lab temos orgulho de contar essa história.

bikemyself-02 bikemyself03